quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Miguel Rosa, um guerreiro de luxo para a batalha da II Liga

Miguel Rosa disputou sete jogos pelo Belenenses esta época
Causou alguma surpresa, nos últimos dias, a notícia de que Miguel Rosa tinha deixado o Belenenses para rumar ao Cova da Piedade. Em primeiro lugar, porque era dos jogadores mais identificados com a mística do emblema do Restelo. Depois, porque é um futebolista cuja qualidade tem na I Liga um contexto competitivo mais adequado, até porque está ainda à beira dos 29 anos – completa-os no sábado - e foi titular em 80 dos 104 jogos que disputou no patamar maior do futebol português.

domingo, 7 de janeiro de 2018

César não é o que Rui Alves disse dele

César está emprestado pelo Benfica ao Vitória de Setúbal
"A verdade é que não imaginaria, por exemplo, que o pior central que conheci na I Liga fosse emprestado pelo Benfica. Não me passaria pela cabeça!". A frase foi proferida pelo presidente do Nacional, Rui Alves, no rescaldo da despromoção do emblema insular ao segundo escalão do futebol português, e visou César, defesa brasileiro que esta época está cedido ao Vitória de Setúbal.

Depois de um início de temporada marcado por uma lesão, o jogador cedido pelo Benfica vai provando que não é o que o dirigente nacionalista disse dele. É verdade que ainda só foi a jogo uma mão cheia de vezes e que por isso a amostra é curta, mas também não deixa de ser verídico que foi lançado às feras e correspondeu mesmo não tendo ritmo de jogo e numa fase da época em que a equipa estava (e está…) na mó de baixo.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

NJPW | Wrestle Kingdom 12

Termina em derrota o primeiro combate de Chris Jericho fora da WWE em quase duas décadas



Data: 4 de janeiro de 2018
Arena: Tokyo Dome
Localidade: Tóquio, Japão

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Krovinovic. O artista que trocou as voltas a Rui Vitória

Krovinovic brilhou no dérbi diante do Sporting (1-1)
Só um jogador com muito valor consegue chegar a um clube grande e obrigar o treinador a abdicar de um sistema tático há muito enraizado na equipa para o fazer coabitar no onze com outras peças importantes. Foi assim com Filip Krovinović, que chegou à Luz como alternativa a Pizzi num 4x1x3x2 que remonta aos tempos de Jorge Jesus, mas cuja qualidade trocou as voltas a Rui Vitória, que implementou um 4x3x3 (ou 4x1x4x1) que há muito tempo não era visto para aqueles lados.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

ROH | Os dez melhores combates de 2017

Young Bucks tiveram um 2017 memorável
Concluído 2017 no que a iPPV’s da ROH diz respeito, apresentamos a nossa seleção das dez melhores contendas do ano que está prestes a terminar, contabilizando apenas aquelas que ocorreram em eventos especiais. Os Young Bucks, equipa dos irmãos Matt e Nick Jackson, foi a que deu mais espetáculo, ao aparecer por cinco vezes numa lista que conta com sete combates de tag team. Os Hardys (Matt e Jeff), Roppongi Vice (Beretta e Rocky Romero) e Christopher Daniels são alguns dos nomes com direito a duas citações.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Bas Dost. Cada vez mais que um exímio finalizador

Bas Dost também vai dando cartas a servir os companheiros 
Quando se fala em Bas Dost, fala-se em golos. Das finalizações irrepreensíveis ao primeiro poste, da forma como faz valer o 1,96 m para cabecear certeiro, da serenidade com que bate as grandes penalidades e do denominador comum a todos estes tipos de concretizações: a arte com que coloca a bola fora do alcança dos guarda-redes.

Os números falam por si e fazem lembrar os de Mário Jardel. 53 golos em 67 jogos com a camisola do Sporting, numa média de um a cada 105 minutos. O registo referente a todas as competições já impõe muito respeito, mas são as marcas do holandês na I Liga que mais impressionam: 47 golos em 46 jogos, o que se traduz em um golo a cada 86 minutos. No fundo, não estamos longe de poder afirmar que, de certa forma, o Sporting já entra a vencer por 1-0.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

WWE | Os dez melhores combates de 2017

 Concluído 2017 no que a PPV’s da WWE diz respeito, apresentamos a nossa seleção das dez melhores contendas do ano que está prestes a terminar, contabilizando apenas aquelas que ocorreram em eventos especiais. 
AJ Styles e Roman Reigns são nomes que aparecem mais vezes (três), seguidos de Braun Strowman, John Cena e da dupla Cesaro/Sheamus (duas), com a atenuante de as três aparições do Phenomenal One serem em singles matches, algo que salienta o contributo da sua participação para as boas notas atribuídas a cada duelo.